Com o apoio da Suzano, agricultores familiares iniciam o cultivo do milho verde em Três Lagoas
Agronegócio

Com o apoio da Suzano, agricultores familiares iniciam o cultivo do milho verde em Três Lagoas

Assessoria de Imprensa
20/12/2021
638

Com apoio da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, agricultores familiares darão início ao cultivo de milho para comercialização em Três Lagoas (MS). A iniciativa faz parte do Projeto Milho Verde, uma parceria entre a empresa, por meio do Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT), e a Associação 20 de Março, visando diversificar a produção local, fortalecer a pecuária leiteira e incrementar a produção de hortaliças na comunidade.

Por meio do projeto, a comunidade rural adquiriu, na segunda quinzena de novembro, uma Plantadeira de Milho de 3 linhas e um Rotoencanteirador, utilizado no preparo do solo para plantio. Os equipamentos foram adquiridos com o investimento de aproximadamente R$ 25 mil, sendo R$ 3,9 mil, uma contrapartida da associação.

De acordo com Israel Batista Gabriel, coordenador de Desenvolvimento Social da Suzano em Mato Grosso do Sul, a aquisição dos maquinários vai fortalecer ainda mais a agricultura familiar e a produção de alimentos agroecológicos na região Leste de Mato Grosso do Sul. A iniciativa também vem ao encontro de uma das metas de longo prazo da companhia, anunciadas em 2020, que é a de reduzir desigualdades sociais, com a remoção de 200 mil pessoas da linha da pobreza nas regiões onde mantém operações até 2030.

“O Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial da Suzano contribui para promover a independência financeira das comunidades rurais apoiadas pela empresa, aprimorando técnicas e potencializando a aptidão já existente em cada comunidade. Com os novos equipamentos, a comunidade do 20 de Março dará início a um novo ciclo, o do cultivo do milho, que servirá tanto para fortalecer a pecuária leiteira quanto para agricultura, diversificando ainda mais a produção de alimentos para comercialização, e, com isso, gerando trabalho e renda no campo”, explica.

Inicialmente, o projeto Milho Verde irá atender 11 famílias que trabalham com a pecuária leiteira e agricultura. O grupo deverá iniciar com cerca de 1 hectare destinado ao cultivo do grão, mas a expectativa é que este número aumente, com o ingresso de novos produtores no projeto.

Para Júlio Cézar Saito, tesoureiro e coordenador do grupo de hortas da associação, a produção de milho verde vai atender uma demanda identificada na região. “Não temos uma produção forte em Três Lagoas. Hoje, o milho produzido é somente o utilizado para silagem, na alimentação de animais. Em contrapartida, identificamos uma oportunidade no mercado de milho verde para consumo, o que nos fez apresentar o projeto e buscar essa parceria com a Suzano para iniciar a nossa produção. O nosso objetivo é produzir o milho para atender a feiras livres, mercados, restaurantes e outros estabelecimentos”, completa Saito.

Produção de hortaliças

Além do cultivo do milho verde, os equipamentos também serão utilizados no cultivo de hortaliças na comunidade, trazendo mais agilidade e eficiência no campo. O Rotoencanteirador, por exemplo, realiza o preparo de um canteiro de 30 metros em menos de 5 minutos. Para a mesma área, um produtor levaria no mínimo de 3 a 4 horas de trabalho braçal. Com isso, a expectativa é que a produção de hortifrútis agroecológicos tenha um incremento de cerca de 20% nos próximos meses.

Já os produtores de leite irão concentrar o plantio para a reserva alimentar animal. A expectativa é produzir entre 30 e 40 toneladas de silagem de milho a ser utilizado no período de estiagem, o que contribuirá para manter ou até mesmo aumentar a produção de leite.

“Os dois maquinários irão colaborar muito para aumentar a eficiência da produção no campo. O trabalho que antes levava horas, agora será realizado em minutos. O nosso grupo está bastante animado e esperamos que, em breve, mais produtores passam a fazer parte do projeto. Esses equipamentos irão beneficiar tanto os produtores de leite, com a produção de silagem e alimentos para o gado, quanto os agricultores, que poderão diversificar a sua produção e agilizar o trabalho no campo”, completa Saito.

PDRT

Em Mato Grosso do Sul, o Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial da Suzano atua há cerca de uma década com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável e a geração de trabalho e renda no campo. No início, o PDRT contava com uma associação participante e 69 famílias beneficiadas. Atualmente, são 15 comunidades apoiadas e um total de 1.065 famílias atendidas pelo programa no Estado. 

Sobre a Suzano

A Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br. 

Notícias Relacionadas

Portal Costa Leste News

Portal de notícias de Aparecida do Taboado, Selvíria, Paranaíba e Inocência. Saiba tudo sobre o cenário político, econômico, turístico, cultural e policial da região Costa Leste de Mato Grosso do Sul.

Registration Login
Registration Login
A password will be send on your post
Registration Login
Registration
Sobre o site

Política de Privacidade

A Política de Privacidade foi criada para reafirmar o compromisso do Costa Leste News com a segurança e a privacidade dos seus usuários de seus serviços “on-line”.

O “site” do Costa Leste News foi criado e desenvolvido de forma a assegurar que a privacidade “on-line” de seus usuários seja respeitada e os dados e informações pessoais devidamente protegidos, não sendo revelados a terceiros. Em nenhuma circunstância vendemos, alugamos ou trocamos informações pessoais.

O Costa Leste News adverte que nenhum armazenamento ou transmissão de dados na Internet é totalmente seguro, porém exerce todos os esforços para resguardar as informações coletadas dos usuários.

O Costa Leste News se compromete em manter a integridade das informações que nos forem fornecidas.

O Costa Leste News se reserva o direito de alterar sua política de privacidade, no todo ou em parte, mediante comunicação aos seus usuários, através desta página.

Termos de Uso

O material disponibilizado neste site é de caráter exclusivamente informativo e a utilização deste conteúdo é de inteira responsabilidade do usuário.

O Costa Leste News poderá modificar a forma e o conteúdo, bem como suspender ou cancelar, a seu exclusivo critério, a qualquer tempo, quaisquer dos serviços, utilidades, produtos ou aplicações disponibilizadas no site.

As informações disponíveis no site poderão ser atualizadas ou modificadas periodicamente e não devem ser interpretadas como definitivas.

O Costa Leste News empregará com afinco seus melhores esforços no sentido de conservar as informações e conteúdos contidos neste site de forma precisa, atualizada e completa quanto possível.

O Costa Leste News ou seus parceiros não poderão ser responsabilizados por qualquer perda ou dano, direto ou indireto, que decorram de:

O conteúdo, fotografias, marcas, títulos, sons, vídeos, dados, gráficos, tabelas, séries históricas e serviços oferecidos por meio do site são de propriedade do Costa Leste News ou de parceiros, não sendo autorizado sua reprodução, transmissão, exploração, armazenamento ou qualquer tipo de uso. O usuário assume toda e qualquer responsabilidade, de caráter civil e/ou criminal, pela utilização indevida de todo e qualquer material do site.

Em caso de utilização do conteúdo do site com a devida autorização, deverá constar como crédito: Costa Leste News. A inobservância do crédito acarretará na imediata revogação da autorização.

O site e seus serviços estão sujeitos a eventuais problemas de interrupção, falha técnica, ou indisponibilidade de funcionamento temporário.

O Costa Leste News estará isento de qualquer responsabilidade pelos danos e prejuízos de toda natureza que possam decorrer de falta de disponibilidade ou de continuidade do funcionamento do site e dos serviços.

Comentários:

O conteúdo dos comentários publicados no site é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do usuário e/ou visitante cadastrado. O Costa Leste News não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente das opiniões e comentários efetuados por terceiros.

Os comentários publicados, porém, serão pós-moderados e o Costa Leste News poderá, a qualquer tempo e a seu critério, excluir, parcial ou integralmente, qualquer texto que infrinja as normas legais ou as regras deste termo de uso, ou ainda em decorrência de denúncias, sem que isto gere qualquer responsabilidade ao Costa Leste News ou direito ao usuário e/ou visitante cadastrado.

Os comentários não devem conter mensagens publicitárias, material pornográfico, grosseiro, racista ou ofensivo; informações sobre atividades ilegais e incitação ao crime; material calunioso; afirmações injuriosas ou difamatórias.

É proibido publicar qualquer material protegido por direitos autorias, sem a devida autorização do autor ou seu representante.

Se por mais de uma vez forem descumpridas quaisquer das regras expostas ou for verificado o exercício ilegal, o usuário e/ou visitante terá sua permissão de comentários cancelada.

A qualquer tempo e de maneira unilateral, o Costa Leste News poderá cancelar o sistema de comentários sem necessidade de aviso prévio.

Forma de acesso aos comentários:

Para se habilitar a fazer comentários no site do Costa Leste News, o usuário terá de preencher um cadastro fornecendo informações verdadeiras e exatas. Tais dados serão protegidos pelo Costa Leste News.

O cadastro dará ao usuário o direito de usar o espaço destinado a comentário.

O Costa Leste News registra o IP pelo qual o usuário acessou o sistema de comentários, para a eventualidade de precisar identificar o autor de um comentário.