Corumbá e Dourados preservadas no Hino de Mato Grosso
Artigo de Opinião

Corumbá e Dourados preservadas no Hino de Mato Grosso

Manoel Afonso
14/01/2022
175

PREVISÕES: Pouco provável que tenhamos uma grande renovação nestas eleições legislativas em nosso Estado. Se não bastasse a falta de candidatos novatos com potencial, já se nota a velha incoerência no eleitorado: parte dos eleitores que falam ou querem a renovação ameaçam votar em branco, anular o voto ou ainda se abster deste direito.

TALVEZ: Ex-senador Pedro Chaves candidato a deputado federal? Escolheria nova sigla na janela partidária.  Ex-ministro Luiz H. Mandetta tentaria retornar à Câmara? O partido será do centro. Ouço na coxia que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) poderia sim disputar a Câmara. Início de ano eleitoral é assim, mais especulações do que verdades.

EM BAIXA: Ex-ministro Ronaldo Fonseca trocou figurinhas com o ex-presidente Michel Temer (MDB) e saiu convencido: são mínimas as chances de êxito da senadora Simone Tebet nesta aventura presidencial. Temer admitiu; ela não empolga, não agrega, não viaja pelo país. Confirma-se aí as rachaduras no partido do senador Renan Calheiros, aliado de Lula.

PERGUNTAS: O sucesso das candidaturas ao governo local dependeria do enlaçamento com a candidatura presidencial? André Puccinelli (MDB) já bateu no teto nas pesquisas? Eduardo Riedel (PSDB) aumentará a musculatura com as ações do Governo no Estado? Marquinhos Trad (PSDB) mantém a candidatura ou continua prefeito? Qual caminho seguirá a deputada Rose Modesto?

CRÍTICA:  A importância de Paranaíba no contexto histórico do Estado foi ignorada na composição da letra do Hino de Mato Grosso do Sul. O ex-vereador de Paranaíba Jaime Jeronimo dos Santos acha injusto omitir o pioneirismo do clã Garcia Leal na ocupação do velho Sul do Mato Grosso. Aliás, Jaime aborda o fato no livro que está escrevendo sobre a história de Paranaíba. Interessante essa abordagem.

NOSSO HINO: Vale lembrar, foi composto poucos dias antes da instalação do Estado. Musicado por Radamés Gnattali, escolhido por concurso promovido pelo Governo, não conseguiu ser unanimidade por várias razões. Para o amigo sociólogo Paulo Cabral, por exemplo, trata-se de uma canção carente de apelo social e de vínculo direto com a população ou com algum período em que a canção tenha ficado marcada.

HISTÓRIA: Cultivá-la faz bem! Mesmo após a divisão, Mato Grosso manteve o Hino oficial com a letra inalterada, de autoria de dom Aquino Corrêa em 1923. Mas houve polêmica devido a citação de Dourados e Corumbá no seguinte trecho da letra: “…Dos teus bravos a glória se expande/De Dourados até Corumbá/O ouro deu-te renome tão grande/Porém mais nosso amor te dará! ”

REGISTRO:  Só em 1983, por decreto, após 60 anos da primeira apresentação, o hino foi oficializado pelo Governo. Antes, uma comissão analisou a letra e interpretou que o trecho em questão ressalta a bravura de Antônio João que comandou a colônia militar de Dourados e destaca a coragem de Antônio Maria de Coelho na retomada de Corumbá na Guerra do Paraguai e que ocupara o cargo de primeiro governador do Estado na fase Republicana.

ARGUMENTOS  inteligentes da Comissão do Hino: “ O heroísmo destas figuras não diz respeito apenas a Mato Grosso, e sim ao Brasil nas circunstancias por que passava a soberania nacional”. Caiu bem nos círculos políticos e intelectuais cuiabanos a iniciativa do então governador Júlio Campos em sanar a polêmica do hino lançado nas comemorações do bicentenário de Cuiabá e do Estado em 8 de abril de 2019.

SABEDORIA: Para o historiador Lauro Portela (mestre em história política do Brasil) historicamente existe um laço com as duas cidades citadas na música, mesmo não pertencendo ao território mato-grossense. “Há laços culturais, familiares e relações que fazem parte da identidade do povo e da origem de sua riqueza. A cultura, sem dúvida, ainda une os dois Estados”. Cuiabanos – precisamos aprender com eles.

SERÁ O BENEDITO? Bolo de arroz, mojica de pintado, Furrundu e bolo de queijo são iguarias cuiabanas. Walter Benedito Carneiro, ex-deputado estadual, ex-vereador de Dourados; esse médico veterinário se deu bem aqui, mas não perde a relação com a terra natal.  Devoto de São Benedito, vai todos os anos no 4 de abril rezar na igreja do santo lá em Cuiabá. Em 2021 foi o ‘festeiro oficial’ do evento religioso.  Aliás, o colega Edson Moraes está ultimando o livro biográfico de Walter que pontuou 80 anos de idade.

SEM MANCHAS: Arnaldo E. Figueiredo nasceu em Rosário Oeste, ganhou bolsa de estudo para Agronomia em Pelotas (RS) para onde ia de navio. Formou-se em 1914 e em 1917 chegou à Campo Grande para fazer medições de terras e acabou intendente (prefeito) duas vezes. Eleito governador em 1947 governou até 1951; renunciou para disputar o senado, sendo derrotado por Silvio Curvo. Aqui implantou colônias rurais que deram origem a várias cidades e idealizou a primeira ligação Campo Grande Coxim. Faleceu em 1991 aos 99 anos de idade. Em 1989 tive um bom papo com ele –  lúcido por sinal.

CUIABANO: Vicente Vuolo, nascido em 03/10/1929 – falecido em 20/05/2001. Advogado, delegado de polícia promotor de justiça, procurador da república, deputado estadual em 1958 e prefeito de Cuiabá em 1962. Em 1966 se elegeu deputado estadual e em 1974 deputado federal. Com a divisão do Estado foi eleito senador em 1978 para o mandato de 4 anos onde defendeu a ferrovia São Paulo Cuiabá. Foi sucedido por Roberto Campos que sacudiu o Mato Grosso com grandes obras graças ao seu prestígio no exterior e em Brasília.

ROBERTO CAMPOS:  Cabeça iluminada. Não era parente de Júlio Campos. Veio direto de Washington para se eleger senador de Mato Grosso em 1982, derrotando Garcia Neto e Vicente B. Neto. Mas em 1990 ao invés de disputar a reeleição candidatou-se a deputado federal pelo Rio de Janeiro. Eleito, foi reeleito em 1994. Em 1998 disputou o Senado e perdeu para Saturnino Garcia por 5% dos votos. Em 2001 foi eleito para a Academia Brasileira de Letras, e veio a falecer em 09/10/2001 aos 84 anos de idade.

CUIABANO da gema, Roberto Campos foi a estrela das eleições de 1982. Afinal era economista, professor, escritor e diplomata conceituado. Consul em Washington onde concluiu Economia e pós graduação. Ajudou a criar o FMI e o Banco Mundial. Fez parte da assessoria econômica de Getúlio Vargas que criou a Petrobras e no Governo JK criou o BNDES. No Governo Castelo Branco foi Ministro do Planejamento, um dos idealizadores do FGTS, Banco Central, Estatuto da Terra e do BNDES. Foi fundamental para o progresso do Mato Grosso com obras financiadas pelo Governo Federal,

FRASES de Roberto Campos: Para a esquerda brasileira, o socialismo não fracassou; é apenas um sucesso mal explicado. A ‘Terceira Via’ é incompetência para praticar o capitalismo e covardia para aplicar o socialismo. O bem que o Estado pode fazer é limitado; o mal, infinito. O que ele pode nos dar é sempre menos do que nos pode tirar. Não me iludi com o totalitarismo de esquerda por um raciocínio simples. Deus não é socialista. Criou os homens profundamente desiguais.

VIAJANTE-1: Ir ao exterior é parte agradável da atividade parlamentar. O ex-senador Rachid S. Derzi, por exemplo, integrou comitivas oficiais à 36 países: Suécia, Alemanha, França, Itália, Portugal, Espanha, Inglaterra, Líbano, Síria, Egito, Jordânia, México, Estados Unidos, Dinamarca, Paraguai, Bolívia, Argentina, Colômbia, Costa Rica, Panamá, Bélgica, China, Turquia, Japão, Tailândia, Irã, Rússia, Polônia, Romênia, Tchecoslováquia, Iugoslávia, Hungria, Hong-Kong, Bulgária, Togo e Filipinas.

VIAJANTE-2: Dagoberto Nogueira (PDT); famoso pelas noticiadas 40 viagens ao exterior, 22 delas com toda a família, usando a cota de passagens do trecho Brasília-Campo Grande. Os destinos com direito a gastos de locomoção, hospedagem e alimentação foram Paris, Milão, Buenos Aires e Nova York. Implicado no episódio ‘Farra das Passagens’, o deputado disse ao Jornal Nacional que os dados divulgados estavam errados e que teria ido 20 vezes no máximo.  MS ficou ciscando e MT voou alto por conta de Roberto Campos e cia. Taí a diferença!

SORRIA: Antes da execução no ‘paredão’ numa ilha comunista do Caribe, o padre se aproxima do condenado para consolá-lo dizendo: “filho, vim trazer a palavra de Deus para você. ” Argumenta o condenado: “ Pura perda de tempo seu padre – Em instantes vou falar com ele – A propósito, o senhor quer que eu leve algum recado seu? ”

PILULAS DIGITAIS:

Procuro agiota com Alzheimer.

Não dá para negar que o réveillon foi contagiante, né?

A lição: Os políticos roubam enquanto o reciclador de lixo devolve o dinheiro achado.

Inflação atinge 10,6%, ultrapassa Ciro, Moro, Dória e se consolida como a terceira via.  (José ‘Macaco’ Simão)

O diabo é um otimista, se acha que pode tornar as pessoas piores do que são. (Karl Krtaus)

O otimista acha este o melhor dos mundos. O pessimista tem certeza. (J.Robert Oppnhelmer)

Tantas dúvidas com a vacina, mas quando a Pfizer lançou o Viagra sequer leram a bula…

Brasil – o país não é tão grande assim; os homens é que são pequenininhos. (Millôr Fernandes)

O mundo não será salvo pelos caridosos. Mas sim pelos eficientes. (Roberto Campos)

Notícias Relacionadas

Portal Costa Leste News

Portal de notícias de Aparecida do Taboado, Selvíria, Paranaíba e Inocência. Saiba tudo sobre o cenário político, econômico, turístico, cultural e policial da região Costa Leste de Mato Grosso do Sul.

Registration Login
Registration Login
A password will be send on your post
Registration Login
Registration
Sobre o site

Política de Privacidade

A Política de Privacidade foi criada para reafirmar o compromisso do Costa Leste News com a segurança e a privacidade dos seus usuários de seus serviços “on-line”.

O “site” do Costa Leste News foi criado e desenvolvido de forma a assegurar que a privacidade “on-line” de seus usuários seja respeitada e os dados e informações pessoais devidamente protegidos, não sendo revelados a terceiros. Em nenhuma circunstância vendemos, alugamos ou trocamos informações pessoais.

O Costa Leste News adverte que nenhum armazenamento ou transmissão de dados na Internet é totalmente seguro, porém exerce todos os esforços para resguardar as informações coletadas dos usuários.

O Costa Leste News se compromete em manter a integridade das informações que nos forem fornecidas.

O Costa Leste News se reserva o direito de alterar sua política de privacidade, no todo ou em parte, mediante comunicação aos seus usuários, através desta página.

Termos de Uso

O material disponibilizado neste site é de caráter exclusivamente informativo e a utilização deste conteúdo é de inteira responsabilidade do usuário.

O Costa Leste News poderá modificar a forma e o conteúdo, bem como suspender ou cancelar, a seu exclusivo critério, a qualquer tempo, quaisquer dos serviços, utilidades, produtos ou aplicações disponibilizadas no site.

As informações disponíveis no site poderão ser atualizadas ou modificadas periodicamente e não devem ser interpretadas como definitivas.

O Costa Leste News empregará com afinco seus melhores esforços no sentido de conservar as informações e conteúdos contidos neste site de forma precisa, atualizada e completa quanto possível.

O Costa Leste News ou seus parceiros não poderão ser responsabilizados por qualquer perda ou dano, direto ou indireto, que decorram de:

O conteúdo, fotografias, marcas, títulos, sons, vídeos, dados, gráficos, tabelas, séries históricas e serviços oferecidos por meio do site são de propriedade do Costa Leste News ou de parceiros, não sendo autorizado sua reprodução, transmissão, exploração, armazenamento ou qualquer tipo de uso. O usuário assume toda e qualquer responsabilidade, de caráter civil e/ou criminal, pela utilização indevida de todo e qualquer material do site.

Em caso de utilização do conteúdo do site com a devida autorização, deverá constar como crédito: Costa Leste News. A inobservância do crédito acarretará na imediata revogação da autorização.

O site e seus serviços estão sujeitos a eventuais problemas de interrupção, falha técnica, ou indisponibilidade de funcionamento temporário.

O Costa Leste News estará isento de qualquer responsabilidade pelos danos e prejuízos de toda natureza que possam decorrer de falta de disponibilidade ou de continuidade do funcionamento do site e dos serviços.

Comentários:

O conteúdo dos comentários publicados no site é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do usuário e/ou visitante cadastrado. O Costa Leste News não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente das opiniões e comentários efetuados por terceiros.

Os comentários publicados, porém, serão pós-moderados e o Costa Leste News poderá, a qualquer tempo e a seu critério, excluir, parcial ou integralmente, qualquer texto que infrinja as normas legais ou as regras deste termo de uso, ou ainda em decorrência de denúncias, sem que isto gere qualquer responsabilidade ao Costa Leste News ou direito ao usuário e/ou visitante cadastrado.

Os comentários não devem conter mensagens publicitárias, material pornográfico, grosseiro, racista ou ofensivo; informações sobre atividades ilegais e incitação ao crime; material calunioso; afirmações injuriosas ou difamatórias.

É proibido publicar qualquer material protegido por direitos autorias, sem a devida autorização do autor ou seu representante.

Se por mais de uma vez forem descumpridas quaisquer das regras expostas ou for verificado o exercício ilegal, o usuário e/ou visitante terá sua permissão de comentários cancelada.

A qualquer tempo e de maneira unilateral, o Costa Leste News poderá cancelar o sistema de comentários sem necessidade de aviso prévio.

Forma de acesso aos comentários:

Para se habilitar a fazer comentários no site do Costa Leste News, o usuário terá de preencher um cadastro fornecendo informações verdadeiras e exatas. Tais dados serão protegidos pelo Costa Leste News.

O cadastro dará ao usuário o direito de usar o espaço destinado a comentário.

O Costa Leste News registra o IP pelo qual o usuário acessou o sistema de comentários, para a eventualidade de precisar identificar o autor de um comentário.