Determinadas e atuantes, mulheres se destacam no agro em MS
Agronegócio

Determinadas e atuantes, mulheres se destacam no agro em MS

Portal do MS
10/03/2020
337

 

Campo Grande (MS) – Seja qual for a área do agronegócio, na pesquisa, no campo, na liderança, na política, dentro ou fora da porteira, as mulheres sul-mato-grossenses se destacam e ocupam áreas no setor produtivo, antes, predominantemente ocupadas pelo universo masculino.

De acordo com as informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), atualmente cerca de 19% das propriedades rurais do Estado são comandadas por mulheres, um resultado que, apesar de estar longe do ideal, está acima da média nacional e representa uma evolução significativa frente os anos anteriores, considerando, por exemplo, que o Censo do IBGE de 2006 onde a participação feminina era um pouco superior a 10%.

Em alguns municípios, como Amambai, Coronel Sapucaia e Sidrolândia, para cada 10 estabelecimentos rurais, pelo menos três são liderados por mulheres. Em Nova Alvorada do Sul, município localizado a 115,2 quilômetros de Campo Grande, a participação é de 28,5% e é justamente lá que encontramos um símbolo de superação e determinação: a pecuarista, Dora Bileco.

Força e determinação

Dora Bileco começou sua história no campo, muito cedo, ainda criança, na agricultura familiar, nascida no Rio Grande do Sul, ainda na infância migrou para Mato Grosso e casou-se com um pecuarista sul-mato-grossense e é mãe de três filhos. Há nove anos, após ficar viúva, viveu uma intensa história de superação, onde a capacitação, a união e a determinação foram elementos importantes para a restruturação de sua propriedade rural, hoje, considerada um exemplo de pecuária intensiva e de tecnologia.

“Em 2009, eu fiquei sozinha com os filhos pequenos para criar”, explica Dora referindo-se ao falecimento de seu esposo, vítima de um acidente. “Nesse período eu já estava formada em arquitetura e urbanismo e já exercia minha profissão em Nova Alvorada do Sul.  A fatalidade do acidente me levou a abrir mão da minha profissão e encarar de frente as dificuldades do dia a dia na fazenda”.

Em meio à insegurança, preocupações e até mesmo o sentimento de solidão, Dora não se acovardou diante das dificuldades. “Foram muitas barreiras a serem superadas e eu me perguntava sempre: como fazer para coordenar um serviço de máquina? O que que é uma grade? Como é que toca um trator? Como que compra peça? ”.

Com tantos questionamentos, Dora destaca o caminho tomado para o aprendizado: “Buscava ler, ler e ler. Aprender! Conviver, conversar com pessoas bem-sucedidas e foi assim que, com o tempo, ganhei segurança”. O resultado do esforço é um tripé de conquistas: aprendizado, união da família e a melhoria na estrutura da propriedade rural. “Com isso, conseguimos a melhoria na qualidade de vida, que é o que todo mundo procura”.

Determinadas e atuantes, mulheres se destacam no agro em MS

Do campo à cidade

Na Associação de Pequenos Produtores e Amigos da Gameleira, a produtora rural, Agnes Cristina Painal Barbosa Candido, deixou a cidade e migrou para o campo em busca de oportunidades e também para unir a família. Mãe de três filhos, ela prioriza a educação e assume o papel de gestora da pequena propriedade de apenas 10 hectares, ficando ao lado do seu esposo, Janderson Candido, presidente da associação.

“Eu vim da cidade para a zona rural, assim que casei com meu esposo, há 12 anos, porque este era um sonho dele, uma vez que ele sempre trabalhou com isso. No começo, a adaptação foi muito difícil, depois eu aprendi a tomar gosto pela terra e hoje em dia eu me sinto muito bem. É muito prazeroso”, afirma Agnes que nasceu em São Paulo e morou a vida toda em Campo Grande.

Agnes relata sua rotina diária na propriedade que aos poucos vem crescendo e aumentando a produção, com qualidade. “Meu marido vai lá e tira o leite. Comigo fica a parte da higiene do material, e o queijo, além de administrar a chácara e a parte de vendas. Eu gerencio a atividade”.

Além disso, Agnes é secretária da Associação e tem literalmente nas mãos o controle das atividades da instituição que reúne 65 famílias. “Como secretária da Associação, eu faço o contato direto com a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedesc) e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS). Toda a documentação sou eu quem manipulo, inclusive com o recebimento dos documentos dos tratores. Levanto tudo e repasso para o presidente (Janderson) dar o aval dele e, em seguida, eu faço o encaminhamento para a Agraer”.

Das dificuldades do campo e de associar a vida pessoal com a profissional, Agnes pontua o que a faz feliz. “A gente tem que rebolar um pouquinho para dar conta de tudo, mas a melhor parte é ser mãe, ficar com eles. Quando eles vêm para a chácara, no final de semana, é muito gostoso ver a interação com os animais. A parte daqueles aqui é o lazer. Eles vão ter que gostar disso aqui, porque é o futuro deles”.

Há um ano, a Associação foi beneficiada com a entrega de maquinários do Governo do Estado e, a partir de então, o desempenho das propriedades vem registrando um salto de produção. “A patrulha mecânica da Agraer veio para somar!  Foi bom porque o pessoal estava muito desmotivado. Para você ter um ganho na parte da agricultura familiar já é meio complicado, a gente tem que trabalhar muito. Aí se você tiver que disponibilizar um dinheiro que era para comprar alimentação de um animal ou fazer uma plantação para pagar um tratorista, com isso, o pessoal estava muito desmotivado e, hoje, com a patrulha eles trabalham com o sorriso no rosto”.

Determinadas e atuantes, mulheres se destacam no agro em MS

Amor pelo Agro

São perfis diferentes, mas em comum, Dora e Agnes declaram seu amor pelo campo e a força feminina no desenvolvimento do setor e na superação dos obstáculos. Sobre a vida no campo, Agnes ressalta: “É uma mudança de vida. Às vezes estamos na cidade e as coisas são bem mais difíceis, diferente da dificuldade no campo, aqui batalhamos mais, mas quando seu projeto decola, é gratificante. É uma qualidade de vida diferente”.

Dora aconselha às mulheres que estão ou que desejam entrar no agro, resiliência e dedicação: “É uma batalha árdua, mas a primeira coisa que eu vejo como fundamental, é buscar o conhecimento, ter uma equipe coesa, capacitada, confiar no instinto. Faça do agro o seu mundo e não tenha medo”.

 

Notícias Relacionadas

Portal Costa Leste News

Portal de notícias de Aparecida do Taboado, Selvíria, Paranaíba e Inocência. Saiba tudo sobre o cenário político, econômico, turístico, cultural e policial da região Costa Leste de Mato Grosso do Sul.

Registration Login
Registration Login
A password will be send on your post
Registration Login
Registration
Sobre o site

Política de Privacidade

A Política de Privacidade foi criada para reafirmar o compromisso do Costa Leste News com a segurança e a privacidade dos seus usuários de seus serviços “on-line”.

O “site” do Costa Leste News foi criado e desenvolvido de forma a assegurar que a privacidade “on-line” de seus usuários seja respeitada e os dados e informações pessoais devidamente protegidos, não sendo revelados a terceiros. Em nenhuma circunstância vendemos, alugamos ou trocamos informações pessoais.

O Costa Leste News adverte que nenhum armazenamento ou transmissão de dados na Internet é totalmente seguro, porém exerce todos os esforços para resguardar as informações coletadas dos usuários.

O Costa Leste News se compromete em manter a integridade das informações que nos forem fornecidas.

O Costa Leste News se reserva o direito de alterar sua política de privacidade, no todo ou em parte, mediante comunicação aos seus usuários, através desta página.

Termos de Uso

O material disponibilizado neste site é de caráter exclusivamente informativo e a utilização deste conteúdo é de inteira responsabilidade do usuário.

O Costa Leste News poderá modificar a forma e o conteúdo, bem como suspender ou cancelar, a seu exclusivo critério, a qualquer tempo, quaisquer dos serviços, utilidades, produtos ou aplicações disponibilizadas no site.

As informações disponíveis no site poderão ser atualizadas ou modificadas periodicamente e não devem ser interpretadas como definitivas.

O Costa Leste News empregará com afinco seus melhores esforços no sentido de conservar as informações e conteúdos contidos neste site de forma precisa, atualizada e completa quanto possível.

O Costa Leste News ou seus parceiros não poderão ser responsabilizados por qualquer perda ou dano, direto ou indireto, que decorram de:

O conteúdo, fotografias, marcas, títulos, sons, vídeos, dados, gráficos, tabelas, séries históricas e serviços oferecidos por meio do site são de propriedade do Costa Leste News ou de parceiros, não sendo autorizado sua reprodução, transmissão, exploração, armazenamento ou qualquer tipo de uso. O usuário assume toda e qualquer responsabilidade, de caráter civil e/ou criminal, pela utilização indevida de todo e qualquer material do site.

Em caso de utilização do conteúdo do site com a devida autorização, deverá constar como crédito: Costa Leste News. A inobservância do crédito acarretará na imediata revogação da autorização.

O site e seus serviços estão sujeitos a eventuais problemas de interrupção, falha técnica, ou indisponibilidade de funcionamento temporário.

O Costa Leste News estará isento de qualquer responsabilidade pelos danos e prejuízos de toda natureza que possam decorrer de falta de disponibilidade ou de continuidade do funcionamento do site e dos serviços.

Comentários:

O conteúdo dos comentários publicados no site é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do usuário e/ou visitante cadastrado. O Costa Leste News não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente das opiniões e comentários efetuados por terceiros.

Os comentários publicados, porém, serão pós-moderados e o Costa Leste News poderá, a qualquer tempo e a seu critério, excluir, parcial ou integralmente, qualquer texto que infrinja as normas legais ou as regras deste termo de uso, ou ainda em decorrência de denúncias, sem que isto gere qualquer responsabilidade ao Costa Leste News ou direito ao usuário e/ou visitante cadastrado.

Os comentários não devem conter mensagens publicitárias, material pornográfico, grosseiro, racista ou ofensivo; informações sobre atividades ilegais e incitação ao crime; material calunioso; afirmações injuriosas ou difamatórias.

É proibido publicar qualquer material protegido por direitos autorias, sem a devida autorização do autor ou seu representante.

Se por mais de uma vez forem descumpridas quaisquer das regras expostas ou for verificado o exercício ilegal, o usuário e/ou visitante terá sua permissão de comentários cancelada.

A qualquer tempo e de maneira unilateral, o Costa Leste News poderá cancelar o sistema de comentários sem necessidade de aviso prévio.

Forma de acesso aos comentários:

Para se habilitar a fazer comentários no site do Costa Leste News, o usuário terá de preencher um cadastro fornecendo informações verdadeiras e exatas. Tais dados serão protegidos pelo Costa Leste News.

O cadastro dará ao usuário o direito de usar o espaço destinado a comentário.

O Costa Leste News registra o IP pelo qual o usuário acessou o sistema de comentários, para a eventualidade de precisar identificar o autor de um comentário.